Priscila Armani – Jornalista

Cinema, cultura, mídia e variedades nas palavras livres de uma jornalista.

Posts Tagged ‘José Padilha

Drama de Sandro Nascimento pode concorrer ao Oscar

leave a comment »

Já temos nosso possível representante no Oscar 2009. Depois de muito suspense, o secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, Silvio Da-Rin, revelou na tarde de ontem que o filme escolhido para ser enviado aos organizadores do Oscar será “Última parada 174“, longa-metragem dirigido por Bruno Barreto e que ainda não estreou no Brasil.

O longa vai concorrer com produções de mais de 90 países a uma vaga dentre os cinco indicados na categoria “melhor filme em língua estrangeira”. Ou seja, quando dizem por aí que só concorrer nesta categoria já é uma honra, é porque é verdade mesmo. A concorrência é grande e acirrada. O Oscar 2009 acontece em fevereiro.

“Última parada 174” é uma ficção que se baseia na história real de Sandro Nascimento, sobrevivente da chacina da Candelária, no Rio de Janeiro e que iria anos mais tarde protagonizar o sequestro de um ônibus, mobilizando o país durante horas. A história dele foi contada no documentário “Ônibus 174“, de José Padilha.

Veja quais produções concorreram com o longa pela indicação ao Oscar:

– “A casa de Alice”, de Chico Teixera
– “A Via Láctea”, de Lina Chamie
– “Chega de saudade”, de Laís Bodanski
– “Era uma vez“, de Breno Silveira
– “Estômago“, de Marcos Jorge
– “Meu nome não é Johnny”, de Mauro Lima
– “Mutum”, de Sandra Kogut
– “Nossa vida não cabe num Opala“, de Reinaldo Pinheiro
– “Olho de boi“, de Hermano Penna
– “Onde andará Dulce Veiga?”, de Guilherme de Almeida Prado
– “O passado”, de Hector Babenco
– “Os desafinados“, de Walter Lima Júnior
– “O signo da cidade”, de Carlos Alberto Riccelli

Written by Priscila Armani

quarta-feira, setembro 17, 2008 at 8:22 am

Pediram pra ele entrar…

leave a comment »

José Padilha, diretor brasileiro que já ficou pop depois do Urso de Ouro, foi convocado para digirir seu primeiro filme para Hollywood. Com roteiro de Jason Keller, o filme é de ação e sua produção estará a cargo do estúdio Warner Bros. Também trabalha na produção do projeto Gianni Nunnari, que possui crédito em filmes como “300”, “Os infiltrados” e “Seven”.

A obra contará a história de um agente federal americano que viaja à tríplice fronteira sul-americana (onde Argentina, Brasil e Paraguai se encontram) com o objetivo de desmantelar uma célula de uma rede terrorista. Outras informações além desta não existem, visto que é uma famigerada matéria de agência de notícia. E aí eles soltam muito pouca coisa.

Mas vamos aguardar. O convite da Warner Bros para Padilha é, sem sombra de dúvida, um reconhecimento para o cinema brasileiro. Ponto pra nós!

Dica do dia: O perfil de José Padilha no IMDB é modesto, mas já denuncia sua importância para o cinema mundial. Dêem uma olhada.

Written by Priscila Armani

terça-feira, maio 20, 2008 at 3:47 pm