Priscila Armani – Jornalista

Cinema, cultura, mídia e variedades nas palavras livres de uma jornalista.

O Diabo leva vantagem no Sertão

leave a comment »

Depois de alguns dias “digerindo”, conto aqui minhas impressões sobre “Deus e o Diabo na Terra do Sol“.

Difícil acreditar que Glauber Rocha tivesse apenas 22 anos quando o fez. O filme é uma viagem muito louca. É a mais pura verdade, nua e crua. Bastante crua. E corajosa. Afinal, esta obra foi lançada em 1964, ano em que a ditadura se instalou no Brasil. E criticava a desigualdade social reinante no sertão nordestino.

Começamos acompanhando o vaqueiro Manuel, que presencia o beato Sebastião andando pelo sertão. Depois de se sentir injustiçado pelo coronel Morais, Manuel o mata e foge para Monte Santo, se tornando fiel seguidor do beato e acreditando que este trará um milagre dos céus. O milagre terá seu preço e Manuel persegue pessoas à mando de Sebastião.

A esposa de Manuel, Rosa (numa interpretação inesquecível de Yoná Magalhães), não acredita em milagres e sabe que o beato é apenas mais um explorador de seu marido. Encontramos, então, a figura de Antônio das Mortes, matador de aluguel que é convocado pelos coronéis e pela Igreja Católica a dar fim a Monte Santo.

Manuel foge mais uma vez. Acaba se encontrando com Corisco, cangaceiro do bando de Lampião. O delírio católico se junta ao delírio do cangaceiro, numa confusão onírica enlouquecedora, que termina pela realização das maiores barbaridades.

Um filme visionário como Glauber foi. Impossível sair imune dele.

Para quem não sabe: Glauber morreu em 1980, por causa de complicações bronco-pulmonares. Outra curiosidade é que o personagem Antônio das Mortes também aparece no filme “O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro (1969) e o nome desse filme no exterior é o mesmo que o do personagem.

Dica do dia: Não deixe de assistir aos extras. A entrevista com a mãe de Glauber, Lúcia Rocha, é emocionante. E não deixe de ver as entrevistas com Yoná Magalhães e Othon Bastos. Impressionante ver eles descrevendo a forma de dirigir do jovem cineasta.

Anúncios

Written by Priscila Armani

terça-feira, julho 1, 2008 às 11:02 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: